R. Amadeu Sangiovani, 4-47
Tel: (14) 3226.5005
CEP: 17017-140 - Bauru / SP


Pouco conhecida, concussão cerebral
é frequente em atletas

Concussão cerebral é um trauma leve a moderado, causado por uma força externa, que atinge a cabeça com repercussões para o cérebro, podendo levar desde um   atordoamentoaté a perda de consciência com duração de alguns segundos até seis horas. Muitocomum entre atletas profissionais, como boxeadores, jogadores de futebol americano e nosso futebol as lesões na maioria dos casos não são definitivas e tendem a voltar ao normal, entretanto exigem acompanhamento médico para evitar complicações.

Um golpe na cabeça ou movimento brusco do pescoço pode fazer com que o cérebro, que tem consistência gelatinosa, deslize contra as paredes internas do crânio que o protege. "Pode ser provocado por diversas interferências externas, como boladas, socos, acidentes automobilísticos, desaceleração brusca, movimentação do ar causada por explosões, quedas, entre outros. Por isso, além dos profissionais do esporte, idosos, militares, crianças, trabalhadores da construção civil e praticantes de esportes radicais também configuram o grupo mais suscetível aos quadros de concussões", informa o Coordenador do Departamento Científico de Trauma da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), Renato Anghinah.

Tontura, dor de cabeça, dificuldades de concentração, alterações de humor, fadiga, vômito e náuseas podem aparecer após o trauma, causadas pelas alterações cerebrais. Embora não estruturais, mas, sim, químicas pelo processo inflamatório após o acidente, estas reações deixam o cérebro vulnerável.

Como proceder?

"Muitas vezes a concussão cerebral acontece durante a prática esportiva e, imediatamente após o incidente, a pessoa volta à competição. Isso é completamente errado e não deve acontecer de forma alguma. O indivíduo deve ser retirado da partida ou esporte em questão levado ao pronto socorro ou a avaliação médicase possível de um neurologista, o mais breve possível. Além disso, é importante realizar inicialmente uma Tomografia Craniana que se estiver normal, deverá ser seguida de uma ressonância nuclear magnética com difusão", indica Anghinah.

O médico analisa os sinais apresentados após o golpe, além de aplicar testes de avaliação cognitiva de modo simplificado - perguntando, por exemplo, sua localização, horário e data, nome, local e data de nascimento. "Se esse procedimento não ocorrer e a pessoa voltar à prática que levou ao trauma, há um grande risco: a síndrome do segundo impacto, ocasionada por uma nova concussão logo após a primeira e que pode desenvolver um edema e ser fatal", ressalta o especialista.

Encefalopatia Traumática Crônica

Repetidas concussões no decorrer da vida podem acarretar problemas cerebrais irreversíveis. A encefalopatia traumática crônica, por exemplo, é comum em lutadores e jogadores de futebol americano. Entre seus efeitos, pode causar perda de memória recente. Segundo o neurologista, 30% dos lutadores de boxe são diagnosticados com a doença.

Um trabalho realizado com 455 jogadores de futebol americano mostrou que 25% deles desenvolveram algum tipo de lesão cerebral, como lentidão de raciocínio, movimentos e fala. A patologia acomete a parte motora, psicológica e cognitiva, com sintomas diferentes no estágio inicial e tardio. No primeiro, atinge 57% dos pacientes, manifestando tremores, dificuldade de concentração, irritabilidade, agressividade e desconfiança excessiva. Já no tardio, além dos tremores, ocorre falta de coordenação dos movimentos, rigidez, amnésia, déficit de atenção, paranóia, violência e ideias infantis.

O tratamento é transdisciplinar, com acompanhamento de fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicoterapeutas e neurologista. Seu objetivo é amenizar os sintomas, contribuindo para a qualidade de vida do doente, entretanto, para a encefalopatia traumática crônica, não há cura definitiva.


Assessoria de Imprensa
Acontece Comunicação e Notícias
Giovanna Frugis, Felipe Luna, Kelly Silva Karina Morais
(11) 3873.6083 / 3871.2331
acontececom3@acontecenoticias.com.br
www.acontecenoticias.com.br


:: retornar ::